Menu

Notícias

Ciberbullying é coisa séria!

Data: 12 de setembro de 2021

As nossas crianças e adolescentes estão cada vez mais expostos aos perigos virtuais. Por isso, buscamos sempre conversar com os estudantes sobre o uso consciente das redes sociais e da internet. Faz parte da nossa pedagogia promover empatia e saúde mental entre os nossos alunos, missão que dividimos com as famílias.

Nossa psicóloga, Juliana Guedes, trabalhou, em uma roda de conversa, os temas bullying e cyberbullying com as turmas do Fundamental 2. Débora Sampaio, psicóloga e mestre em psicologia da adolescência, também estava presente a convite de Juliana. “Oportunizar esses momentos ajuda a criar um espaço de confiança que aproxima os alunos da equipe escolar”, afirma.

Fazer reflexões como essa, dispara um alerta em todos nós: nossas crianças e adolescentes necessitam de atenção e cuidado também no mundo virtual. A prática do bullying, que sempre foi combatida na Casa Escola, se assemelha ao cyberbullying. A grande diferença está no espaço onde são praticadas: o bullying ultrapassou os limites dos ambientes sociais, como as salas de aula, e se instalou nos ambientes virtuais, tornando-se cyberbullying.

foto-CYBERB-01-e1633055783257-300x176 Ciberbullying é coisa séria!

Segundo a especialista, “com a rapidez da propagação e o encorajamento que o anonimato promove, a internet acaba se tornando um ambiente capaz de ser ainda mais perigoso”, explica Juliana. Nesse contexto, as famílias precisam estar ainda mais próximas dos seus filhos, acompanhando o uso da internet e das redes sociais: esse é o caminho para evitar a prática do cyberbullying.

Por isso, propomos uma parceria entre a equipe Casa Escola e as famílias, a fim de conscientizar nossas crianças e adolescentes, ainda imaturos para o uso livre e sem supervisão das tecnologias, para um uso saudável. As conversas com a psicóloga são os primeiros passos dessa parceria. Vamos juntos?

← Voltar