Menu

Notícias

Energias Renováveis

Data: 13 de dezembro de 2021

O 4° ano desenvolveu um estudo sobre os recursos que podem gerar energia e consequentemente eletricidade. A professora Zilana Marcelino levou imagens e vídeos para a sala, assim, a turma descobriu como funcionam os parques eólicos e solares, além da produção de energia por geotérmicas e a partir do movimento das ondas do mar.

No decorrer dos estudos, os alunos entenderam a realidade brasileira da produção de energia através de hidrelétricas. Assim, compreenderam porque a escassez de chuvas afeta o abastecimento de energia. Nesse sentido, as crianças trouxeram questionamentos importantes sobre o consumo de energia: como a gente sabe que a conta de luz aumentou? Como vemos isso na conta de energia? etc.

Portanto, em uma das dinâmicas em sala, a professora Zilana levou três contas de energia de uma mesma residência para que pudessem explorar o documento em grupo.

Visto isto, foi possível adentrar nas reportagens locais sobre a produção de energia no Nordeste e, especialmente, no Rio Grande do Norte. Qual foi a grande descoberta? O RN tem grande potencial para geração de energia solar e eólica.

Além disso, “as crianças concluíram que aqui no Estado chove pouco e venta muito, por ser litoral. E, justamente por isso, oferece potencial para produção de energia alternativa”, explica a Zilana.

Para finalizar, os alunos se dividiram em grupos e pesquisaram sobre as duas energias, a eólica e a solar. E o resultado foi muito interessante. De acordo com a professora, “as crianças apontaram impactos positivos da utilização dessas fontes de energia (baixo impacto ambiental e poluição etc.) e da instalação dos parques eólicos para a economia local. Também levantaram pontos negativos, como o desmatamento de vegetação nativa em grandes áreas para instalação de parques solares e o impacto dos parques eólicos para aves migratórias, já que elas, em suas rotas, acabam colidindo nos grandes cataventos”.

Captura-de-Tela-2021-12-28-às-09.04.20-300x164 Energias Renováveis

Para arrematar, os estudantes construíram um protótipo de um gerador de energia elétrica no Laboratório de Educação e Tecnologia (LET), junto ao professor Arthur. E já com o professor Paulo, responsável pelo nosso Viveiro, fizeram uma exploração do motor do tanque dos peixes, como analogia à produção de energia de uma usina hidrelétrica.

← Voltar